Contactos
Parceria Primavera
Facturação Primavera Starter, Tlim e Pssst!
Websites
A importância de um Website para a organização
Parceria Decisor
Anúncio da minha parceria com o ERP Decisor da New Decision
Decisor
O Planeador dos Recursos de Gestão da sua Empresa
Redes - Hardware
Servidores, Cablagem, Bastidores, Conectividade, etc.
MDI Facturação
Facturação Microdigital
Redes - Software
Software necessário e/ou mais importante para servidores
Contactos
CSantos Consultoria
Ir para o início da página CSantos Consultoria no Facebook CSantos Consultoria no Twitter Contacte CSantos Consultoria por Skype Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar. Contactos CSantos Consultoria

História - Redes

No início de 1991, a Prégaia, indústria pré-fabricadora de betão, solicitou uma assistência à Moura Relvas, cujo motivo era o servidor 3Com que não iniciava. Este servidor era uma caixa de 80cm de comprimento, por 80cm de largura e 20cm de altura, com um ecrã LCD de 5cm por 2cm. Os únicos cabos que se podiam ligar eram o de corrente e o de rede, que naquela época era BNC, ou cabo RG58 multifilar (cabo de antena). Portanto… não tinha nem monitor, nem teclado.

A manutenção destes servidores, na altura, era feita por acesso remoto. Ou seja, teríamos de conectar um PC à rede e, através de software específico, aceder do PC ao servidor. O Software do servidor era o 3Com Lan Manager 1.0, que funcionava num ambiente muito parecido com o MS-DOS e permitia geri-lo de forma relativamente fácil.

Já tinha ouvido falar e, inclusivamente, já tinha lido algo sobre estes servidores, no entanto, naquele dia estava a olhar para um ao vivo pela primeiríssima vez e, azar dos azares, este estava avariado e eu teria de o reparar. Correu bem!

Entretanto, a Microsoft adquiriu o software à 3Com e o ano de 92 foi de um enorme frenesim para mim no que concerne à instalação de redes com o Microsoft Lan Manager 2.0 em corporações, tais como: Smith Kline Beechum - farmacêutica do Clamoxil e Eno; Roche - a famosa farmacêutica; Marion Merrel Dow - farmacêutica de pós-operatórios; Prégaia, que alterou radicalmente o conceito de rede, por minha indicação, etc.

As máquinas servidor também foram evoluindo, comportando melhores processadores, mais memória e melhores sistemas de armazenamento. Tanto na Smith Kline como na Roche a máquina instalada foi um portentoso Compaq Prolinea, com um processador 486 DX 33Mhz, com 64Mb RAM e dois discos SCSI de 20Gb em RAID 1. Bons tempos!

Actualmente, tenho estado a trabalhar mais com o Microsoft Server, por ser um conjunto de aplicações “chave na mão”, permitindo a instalação de soluções de rede de forma rápida e bastante eficaz.

História - Redes
Mt Everest Sketch: Copyright © Prem Gaire